17.8.09

PX NO CARRO

Instalação Móvel

A instalação no carro, jipe ou caminhão deve em primeiro lugar sabermos escolher o melhor lugar dentro do carro, se possível lugar onde não atrapalhe a visão a direção e a troca de marcha para não ter problemas no futuro com acidentes

Colocar o rádio de preferência ao lado esquerdo do volante em baixo do painel.

O cabo do microfone (PTT) não deve atrapalhe a direção e deve ficar ao alcance da mão.

|

|

|

Onde colocar a antena?

Coloca-se no pára-choque traseiro ou no porta-malas considerando fácil acesso para se passar o cabo da antena e que não atrapalhe a abertura da porta mala portas e não tampa a placa existem as antenas moveis com base de imã o alcance é mais curto mas e facil de remover e guarda-la (ver figura acima). resolvido esses passos ligue o a bateria ao rádio, radio a antena. tome muito cuidado com a voltagem e as cores do fios (geralmente preto e vermelho se possível puxe um fio da bateria exclusivo para o radio cuidado de ligar o positivo e o negativo, direto da bateria, pois existem rádios que consomem grandes amperagens, e assim evitando muitas interferências, causadas por ruídos do próprio motor do carro.

Medidas de cabo para antena é de 5m.47cm


Fonte:http://www.pxclubepiracicaba.com/Home/index.html

11.5.08

Antenas para Apartamento


Se Voce mora em apartamento e esta procurando uma antena para colocar na sacada aqui tem alguma coisa sobre o assunto


ANTENAS INDIVIDUAIS PARA 28 - 27 - 24 - 21 - 18 - 14 - 10 - 7Mhz

DXANTENAS


Antenas de "Tamanho Reduzido"

para operação em áreas de pequeno espaço como...

Sacadas de apartamentos
Caixa D'água de prédios
Janelas



...evitando inclusive o uso de grandes estruturas metálicas como torres, mastros telescópicos e estirantes de aço, reduzindo assim o espaço para a instalação da antena a menos de 1m2 ,com a vantagem de não necessitar de RADIAIS e de FIO TERRA !!!
Trata-se de um novo conceito tecnológico em antenas.


Fonte: http://www.grupojcs.com.br/




http://www.electril.com/electril/catalogo/ref512r.gif

http://www.grupojcs.com.br/

Alguns topico no Orkut

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=158504&tid=2560534245609408956&kw=antena+para+apartamento

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=428852&tid=13437633&kw=antena+para+apartamento

15.3.08

FILTRO UNIVERSAL PARA TVI EM 11M

FILTRO UNIVERSAL PARA TVI EM 11M



Gentileza:Gerson Bernardes
Aruanda-PX2 J-6581
Estação : Capoeira

Modelo de Declaração de compra e vende de aparelhos tipo transceptor

DECLARAÇÃO


Eu, Fulano de tal, portador do RG Nº. 00000000-SSP/SP e CPF Nº. 000000000-00, residente à Rua das Embaúbas, 60, Vila Vasco – São Paulo–SP, declaro para os devidos fins que efetuei em 00/00/0000 a venda do equipamento de radioamador tipo transceptor marca Kenwood, modelo TM 241 A, número de série 0000000 com respectivos manuais de serviço e operação ao senhor Beltrano de Tal, RG 000000000, CPF 000000000-00, o qual passou então a partir da referida data a ser o detentor da legítima propriedade do referido equipamento, pelo que firmo o presente em concordância com o adquirente.

São Paulo, 00 de outubro de 0000


FULANO DE TAL
RG 00000000 - Declarante

BELTRANO DE TAL
RG 0000000000 - Adquirente




-----------------------------------------------------------------------------------



Gentileza:Gerson Bernardes
Aruanda-PX2 J-6581
Estação : Capoeira

Rotor para antena direcional

Veja mais aqui

Gentileza:Gerson Bernardes
Aruanda-PX2 J-6581
Estação : Capoeira

ANTENA DE VHF

ANTENA DE VHF

1 – Introdução
As radiocomunicações dependem profundamente de três sistemas bem distintos: o aparelho eletrônico para receber e/ou transmitir as ondas eletromagnéticas, a linha de transmissão e a antena. A antena é a parte responsável pela introdução da onda eletromagnética na atmosfera (no caso da transmissão) e também pela sua captação (no caso da recepção). Para que o aproveitamento das ondas eletromagnéticas seja o melhor possível, estes três elementos devem estar em perfeita sintonia. Portanto, uma antena terá melhor rendimento se ela for especificamente construída para a freqüência de trabalho do transmissor/receptor. Nas páginas que se seguem, mostramos um exemplo de como construir uma antena para recepção em VHF, utilizando materiais de baixo custo. Esta antena está sintonizada na freqüência de 126,5 MHz, centro da banda de fonia das transmissões aeronáuticas.
2 – Lista de Material
1- pedaço de tubo de alumínio de 1 cm de diâmetro e 56,3 cm de comprimento
2- pedaços de tubo de alumínio de 1 cm de diâmetro e 112,6 cm de comprimento (radiais)
1- isolador de porcelana — pode ser um suporte para lâmpadas pequenas (fig. 1-A)
1- conector coaxial fêmea para cabo RG-8/U (fig. 1-B)
1- conector coaxial macho para cabo RG-8/U (fig. 1-B)
1- chapa de alumínio quadrada de 10 x 10 cm e 2 mm de espessura — base da antena
1- chapa de alumínio de 6 x 3 cm e 2 mm de espessura, dobrada em “L” no meio (fig. 1-C)
1- chapa de aço ou ferro de 15 x 5 cm e 4 mm de espessura, dobrada em “L” em (fig. 1-E)
1- pedaço de cano de 1/4 ou 1/2 polegada de diâmetro para a fixação da base, na altura desejada
4- parafusos em “U” ou braçadeiras para os tubos de alumínio (fig. 1-D e F)
2- parafusos em “U” ou braçadeiras para o cano da base (fig. 1-D e G)
6- parafusos pequenos com porcas e arruelas de pressão
cabo coaxial de 50 a 75 ohms para a alimentação
1- tubo de durepoxi
1- vidro de esmalte de unhas

para ver o restante baixe aqui

Gentileza:Gerson Bernardes
Aruanda-PX2 J-6581
Estação : Capoeira

13.3.08

Prospectos de Antenas


Gentileza:Gerson Bernardes
Aruanda-PX2 J-6581
Estação : Capoeira
Mande-me um mail comentando o que você achou para sandrodriver@yahoo.com.br

8.3.08

Como saber que radios são homologado

5. CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS

5.1. Como fazer para obter a homologação/certificação de produtos?

Para obter a homologação/certificação de produtos é necessária a apresentação do requerimento para certificação, acompanhado de relatório de testes, manual técnico com especificações do produto, formulário contendo informações cadastrais do requerente e declaração do responsável técnico acompanhada da Anotação de Responsabilidade Técnica -ART. A homologação/certificação é deferida pela Anatel através da emissão de Certificado de Homologação, de Aceitação ou de Registro, com base na documentação apresentada assegurando que o produto atende os requisitos exigidos para a sua utilização.

6. DIREITOS E DEVERES DOS AUTORIZADOS E USUÁRIOS:

6.1. Como proceder para fazer reclamação sobre o Serviço Rádio do Cidadão?
Para reclamações sobre serviços de telecomunicações, procure antes resolver o problema com a empresa prestadora do serviço. Caso não obtenha resposta, a solução não seja satisfatória ou, ainda, deseje fazer uma denúncia ou crítica, entre em contato com a Anatel por meio da Central de Atendimento Telefônico, número 0800 33 2001. A ligação é gratuita!

6.3. Quais os requisitos devem observados nos equipamentos destinados à execução do Serviço Rádio do Cidadão? Os equipamentos destinados ao Serviço Rádio do Cidadão devem satisfazer aos seguintes requisitos:

· os transmissores devem ser modulados em amplitude e, a máxima largura da faixa ocupada pelas emissões em fonia não deverá exceder a 8 KHz para modulação em faixa lateral dupla e a 4 KHz para modulação em faixa lateral singela como portadora suprimida (a banda passante de audio deverá iniciar o corte em 2,5 KHz com 1dB/oitava com o índice mínimo).
· a atenuação do segundo harmônico ou de outras emissões espúrias iguais ou maiores deve ser superior a 60 dB, em relação à portadora para emissões em faixa lateral dupla, ou em relação à potência de pico de envoltória para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.
· a atenuação das demais emissões espúrias deve ser superior a 40 dB, em relação à portadora para emissões em faixa lateral dupla, ou em relação a potência de pico de envoltória para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.
· a atenuação da portadora e da faixa lateral não desejada, para equipamentos que utilizem emissão em faixa lateral singela com portadora suprimida deverá ser maior do que 40 dB em relação à faixa lateral desejada.
· os transmissores para telecomando devem ser modulados em amplitude empregando tons ou telegrafia por onda contínua devendo a máxima largura de faixa ocupada não exceder a 8 KHz e a atenuação de emissões não essenciais ser superior a 40 dB, em relação à portadora.
· a estabilidade de freqüência deve ser igual ou melhor que + 0,005% para variações de temperatura de -5ºC e para variações ± 15% da tensão nominal de alimentação.
· a potência média permitida a saída do transmissor será de: 7W para telecomando - potência da portadora; 7W para emissões em faixa lateral dupla-potência da portadora; 7W (21W PEP) para emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.

6.4. Como solicitar fiscalização do Serviço Rádio do Cidadão?

Para solicitar fiscalização do Serviço Rádio do Cidadão dirija-se a representação da Anatel em seu Estado www.anatel.gov.br/index.asp?link=/conheca_anatel/Escritorios/enderecos.asp e preencha o formulário próprio ou dirija-se à Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel, através da central de atendimento: 0800 33-2001, cuja ligação é gratuita, ou ainda, preencha o formulário eletrônico disponível no site da Anatel, no endereço www.anatel.gov.br/atendimento/formularios/escolha.asp

6.5. Quais as regras a serem obedecidas para a operação das estações do Serviço Rádio do Cidadão?

Para a operação das estações do Serviço Rádio do Cidadão, devem ser obedecidas as seguintes regras:

· antes de transmitir, o operador verificará se o canal está livre.
· nenhuma chamada será repetida mais de três vezes consecutivas passando o operador imediatamente à escuta.
· uma vez estabelecida a comunicação, em cada câmbio, deverá ser mencionado o indicativo de chamada de ambas as estações em contato.
· indicativo de chamada será sempre declarado completo, sem supressões ou acréscimos de qualquer espécie.
· nenhuma transmissão entre estações excederá à duração de 3 (três) minutos, exceto nos casos de emergência. Estão dispensadas do cumprimento destas regras as estações de telecomando, devendo seus operadores limitar as transmissões ao tempo estritamente necessário ao controle dos dispositivos.
Mande-me um mail comentando o que você achou para sandrodriver@yahoo.com.br

14.2.08

E agora em banda canal 58 frequencia de 27,585 USB

Ai pessoal estou fazendo QAP agora no canal 58 27585 USB por causa da propagaçao aberta chama la o Dragão Vermelho que se escultar vou contestar. um abaraço a todos

26.1.08

1° Conteste do Dia do PX



O Rádio Brasil Papa Delta promove, no dia 26 de janeiro de 2008, o 1° Conteste do Dia do PX. As estações-diretoras e estações-chave transmitirão durante as 24h desse dia. O evento tem a finalidade de difundir a ética operacional entre os operadores da faixa do cidadão e, principalmente, comemorar a data em que foi oficializado o serviço Rádio do Cidadão no Brasil, em 1970, há 38 anos. Diferente do que se tem observado nos últimos anos, haverá pontuação e premiação para os primeiros colocados. Apronte sua estação, veja o regulamento e colabore participando

O conteste será divulgado nas frequências de 27.750, 27.755 e 27.760 kHz, na modalidade USB, durante as 24 horas do dia 26 de janeiro de 2008, de 00:00 às 23:59, pelo horário de Brasília - DF.

veja o regulamento http://papadelta.qsl.br/dia-do-px.htm

23.1.08

Como chucrutar voyager vr 94

Autor: giovani alves de cavalcanti

Bom dia caro amigo! É o seguinte se o VR94 tiver como PLL o integrado MC145106P (IC-5-) , ele terá em seus pinos 10 e 11 um CI MC1408 (IC7B) pinos 12 e 13. As entradas do CI 1408 pinos 1 e 3 deverão ser ligadas a uma chave L/D juntando estes dois pinos do CI1408. Este procedimento fará com que o rádio chegue até 29.500Mhz. Se vc tiver habilidade técnica para fazer essa operação será muito bom, agora se não procure um técnico experiente. A numeração do CI 1408 pode ser diferente (IC....?), mas o que interessa é localizar quem está ligado aos pinos 10/11do PLL145106P. Geralmente esses rádios com bandas de A...F, tem dois cis1408.: Um 1408 A e outro 1408 B nos diagramas eletricos. No esquema quem estiver ligado aos pinos 10 e 11 do PLL será o CI....B.

OBs Se Você tiver o esquema do rádio será mais fácil realizar essa manobra. Qualquer dúvida entre em contato comigo., por email ou telef; 98-3244-1339 (Giovani) São Luis

15.1.08

http://construtor.insite.com.br/HostingPreview?siteId=25a123d120368ac4ee1fa7352a17fba8

12.1.08

Camisetas do GAT


Se quizer uma mande o tamanho ( P, M, G, GG) que use para o mail sandrodriver@yahoo.com.br o preço varia entre os tamanhos

2.1.08

Sub-faixa de 26,960 MHz a 27,860 MHz potência média da portadora 10w AM 25 w banda

ANATEL - Resolução nº 444/2006
10/10/2006

RESOLUÇÃO ANATEL Nº 444, DE 28 DE SETEMBRO DE 2006

DOU 10.10.2006

Aprova o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso da Faixa de Radiofreqüências de 27 MHz para o Serviço de Rádio Táxi Cidadão.

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no art. 22, da Lei n.° 9.472, de 16 de julho de 1997, e art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto n.° 2.338, de 7 de outubro de 1997;

CONSIDERANDO o disposto no inciso VIII do Art. 19 da Lei n.º 9.472, de 1997, que atribui à Anatel a administração do espectro de radiofreqüências, expedindo os respectivos procedimentos normativos;

CONSIDERANDO os termos dos artigos 159 e 161 da Lei n. º 9.472, de 1997, segundo os quais, na destinação de faixas de radiofreqüências será considerado o emprego racional e econômico do espectro e que, a qualquer tempo, poderá ser modificada a destinação de radiofreqüências;

CONSIDERANDO o disposto no inciso I do art. 214 da Lei n. º 9.472, de 1997, segundo o qual, os regulamentos, normas e demais regras em vigor serão gradativamente substituídos por regulamentação a ser editada pela Agência;

CONSIDERANDO a solicitação para ampliar o número de canais de radiofreqüências previstos na regulamentação em vigor, Norma n.º 01A/80, aprovada pela Portaria MC n.º 218, de 23 de setembro de 1980;

CONSIDERANDO as contribuições recebidas em decorrência da Consulta Pública n.° 687, de 11 de abril de 2006, publicada no Diário Oficial da União de 12 de abril de 2006;
CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 411, realizada no dia 27 de setembro de 2006, resolve:

Art. 1º Aprovar o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso da Faixa de Radiofreqüências de 27 MHz para o Serviço de Rádio do Cidadão, na forma do Anexo a esta Resolução.

Art. 2º Destinar a sub-faixa de 26,960 MHz a 27,860 MHz para o Serviço Rádio do Cidadão, em caráter secundário e uso não exclusivo.


Art. 3º Este Regulamento substitui os itens n.º 1, 3, 4, 5, 6 e 7 da Norma n.° 01A/80, aprovada pela Portaria MC n.° 218, de 23 de setembro de 1980, do Ministério das Comunicações, publicada no Diário Oficial da União de 3 de outubro de 1980, que regulamenta o Serviço Rádio do Cidadão.

Art. 4º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

PLÍNIO DE AGUIAR JÚNIOR
Presidente do Conselho

ANEXO
REGULAMENTO SOBRE CANALIZAÇÃO E CONDIÇÕES DE USO DE RADIOFREQÜÊNCIAS DA FAIXA DE 27 MHz PELO SERVIÇO RÁDIO DO CIDADÃO

CAPÍTULO I
Das Disposições Gerais
Art. 1º Este Regulamento tem por objetivo estabelecer as condições de uso da faixa de radiofreqüências compreendida entre 26,960 MHz e 27,860 MHz por sistemas analógicos do serviço móvel, conforme definido no Regulamento de Radiocomunicações da União Internacional de Telecomunicações - UIT (1.24), em aplicações do Serviço Rádio do Cidadão.

CAPÍTULO II
Da Canalização
Art. 2º A faixa de radiofreqüências de 26,960 MHz a 27,860 MHz está dividida em canais com separação de 10 kHz entre portadoras adjacentes e as freqüências nominais das portadoras estão listadas na Tabela 1.
Tabela 1
Freqüências nominais das portadoras dos canais para uso do Serviço Rádio do Cidadão
Canal nº
Freqüência da Portadora (MHz)
1
26,965
2
26,975
3
26,985
1T
26,995
4
27,005
5
27,015
6
27,025
7
27,035
2T
27,045
8
27,055
9
27,065
10
27,075
11
27,085
3T
27,095
12
27,105
13
27,115
14
27,125
15
27,135
4T
27,145
16
27,155
17
27,165
18
27,175
19
27,185
5T
27,195
20
27,205
21
27,215
22
27,225
23
27,255
24
27,235
25
27,245
26
27,265
27
27,275
28
27,285
29
27,295
30
27,305
31
27,315
32
27,325
33
27,335
34
27,345
35
27,355
36
27,365
37
27,375
38
27,385
39
27,395
40
27,405
41
27,415
42
27,425
43
27,435
44
27,455
45
27,465
46
27,475
47
27,485
48
27,505
49
27,515
50
27,525
51
27,535
52
27,555
53
27,565
54
27,575
55
27,585
56
27,605
57
27,615
58
27,625
59
27,635
60
27,655
61
27,665
62
27,675
63
27,705
64
27,685
65
27,695
66
27,715
67
27,725
68
27,735
69
27,745
70
27,755
71
27,765
72
27,775
73
27,785
74
27,795
75
27,805
76
27,815
77
27,825
78
27,835
79
27,845
80
27,855

CAPÍTULO III
Das Características Técnicas

Art. 3º Na execução do Serviço Rádio do Cidadão, os transmissores devem operar com modulação em amplitude (AM) ou em freqüência modulada (FM) e a máxima largura de faixa ocupada pelas emissões em fonia não deve exceder a 8 kHz para modulação em faixa lateral dupla (DSB) e a 4 kHz para modulação em faixa lateral singela (SSB) com portadora suprimida.
Parágrafo único. A banda passante de áudio deve iniciar o corte em 2,5 kHz com 15 dB por oitava, como índice mínimo.

Art. 4º A atenuação do segundo harmônico ou das emissões harmônicas de ordens maiores deve ser superior a 60 dB, em relação à portadora para transmissões em faixa lateral dupla, ou em relação à potência de pico da envoltória (PEP) para transmissões em faixa lateral singela (SSB) com portadora suprimida.

Art. 5º A atenuação das demais emissões espúrias deve ser superior a 40 dB, em relação à portadora para transmissões em faixa lateral dupla, ou em relação à potência de pico da envoltória para transmissões em faixa lateral singela com portadora suprimida.
Art. 6º A atenuação da portadora e da faixa lateral não desejada, para equipamentos que utilizem transmissões com faixa lateral singela e portadora suprimida, deve ser maior do que 40 dB
em relação à faixa lateral desejada.

Art 7º Os transmissores para telecomando devem operar com modulação em amplitude utilizando tons de telegrafia por onda contínua, devendo a máxima largura de faixa ocupada não exceder a 8 kHz e a atenuação das emissões não essenciais ser superior a 40 dB, em relação à portadora.

Art. 8º A estabilidade de freqüência deve garantir uma variação máxima de ± 50 ppm (partes por milhão), para variações de temperatura de -10º C a +55º C e variações de ±15 % da tensão nominal de alimentação.

Art. 9º A potência média da portadora na saída do transmissor fica limitada a 10watts (RMS) para operações com telecomando e para emissões em faixa lateral dupla. E, no caso de emissões em faixa lateral singela com portadora suprimida, a potência média na saída do transmissor limita-se a 25 watts (PEP).

CAPÍTULO IV
Das Condições Específicas de Uso
Art. 10 Os usuários dos canais de nº 1 ao 28, constantes na Tabela 1, devem aceitar interferência prejudicial resultantes da emissão dos equipamentos utilizados em aplicações Industriais, Científicas e Médicas (sigla em inglês: ISM) que podem utilizar a sub-faixa de radiofreqüências de 26,957 MHz a 27,283 MHz.

Art. 11 As estações poderão operar em qualquer dos canais constantes da Tabela 1 do

Art. 2º , exceto aqueles designados para atender situações de emergência, chamada e escuta, ao uso em rodovias ou à transmissão de sinais de telecomando, listados a seguir:

I - O canal 9 é restrito ao tráfego de mensagens referentes a situações de emergência em todo território nacional;

II - O canal 11 é restrito a chamada e escuta em todo território nacional;

III - O canal 19 é restrito ao uso em rodovias em todo território nacional;

IV - Os canais 1T, 2T, 3T, 4T e 5T são para uso das estações de telecomando, de acordo com o

Regulamento sobre Equipamentos de Radiação Restrita.

§ 1º É vedada a utilização simultânea de mais de um canal por qualquer estação.

§ 2º Em caso de necessidade, as estações de telecomando podem utilizar também o canal 23.

§ 3º Não é permitida a transmissão de qualquer outro tipo de informação pelas estações de telecomando.

CAPÍTULO V
Das Disposições Finais e Transitórias

Art. 12 A Agência, a partir da publicação deste regulamento, não expedirá novas autorizações de uso de radiofreqüências e nem licenciará novas estações do Serviço Limitado Privado na subfaixa de 26,960 MHz a 27,860 MHz.

Art. 13 As estações atualmente licenciadas para o Serviço Limitado Privado, operando na subfaixa de radiofreqüências de 27,610 MHz a 27,860 MHz, de acordo com a regulamentação pertinente, passam a operar em caráter secundário, a partir da publicação deste regulamento.

Art. 14 As estações devem ser licenciadas e os equipamentos de radiocomunicações devem cumprir os requisitos do Regulamento de Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações, aprovado pela Resolução n.º 242 da Anatel, de 30 de novembro de 2000.

Art. 15 As estações devem atender à Resolução n.º 303, de 2 de julho de 2002, sobre Limitação de Exposição a Campos Elétricos, Magnéticos e Eletromagnéticos, na faixa de 9 kHz a 300 GHz.
Art. 16 A Anatel poderá determinar a alteração dos requisitos estabelecidos neste regulamento, caso necessário para otimização do uso do espectro de radiofreqüências.

10.12.07

Qual altura deve ficar a antena base

Quanto mais baixa sua antena estiver mais dificil fica de utiliza-la e mais facil de causar interferencia em outros aparelhos a famosa (TVI).

As radios frequencias que sai de uma antena, são determinadas pelo tamanho de sua onda e é esse o motivo do tamanho das varetas de uma antena.

O real tamanho de uma antena é o tamanho da onda que ela ultiliza e não o tamanho da antena colocada no alto de uma torre, você vê as varetas que são apenas uma parte dessa onda

É ideal que a onda transmitida pela sua antena não rebata em nenhum lugar, isso podera quebrar a onda e não chegara em locais mais distantes o ideal é que sua antena esteja mais alta que qualquer obstaculo ao redor

7.12.07

Cobra 19DX-II




Esse é o que eu considero o melhor custo beneficio,

é um rádio pequeno, simples e agüenta muito bem os maus tratos de se estar em carro
Possui 40 Canais
4 wats

RADIO PX MAXON MCB-30





RADIO PX MAXON MCB-30

- 40 canais AM (26.965Mhz a 27.405Mhz)

- Potência de 4 watts

- Ajuste de Volume

- Squelch ( corte de chiado)

- Saida Para Auto Falante Externo

- Acompanha suporte do rádio pra instalar no carro

RADIO PX COBRA 19 ULTRA I I I



ESPECIFICAÇÃOES

40 CANAL (FREQUENCIA: 26,965 a 27,405)

POTENCIA DE 4 W

VOLTAGEM 13,8 V

MODULAÇÃO AM

DISPLAI LCD

MOSTRADOR DE SINAL DIGITAL

CHAVE CB/PA

CANAL DE EMERGENCIA 9

ESQUELCH(corte de chiado)

SAIDA P/ AUTOFALANTE EXTERNO

ACOMPANHA SUPORTE DO RADIO E DO MICROFONE

ACOMPANHA PARAFUSOS,MANUAL E MICROFONE

RÁDIO PX MIDLAND-



- RÁDIO MIDLAND- MODELO 1001.


IGUAL A FOTO -40 CANAIS (FREQUENCIA: 26,965 a 27,405)

-4 WATTS DE POTÊNCIA

-CANAL DE EMERGÊNCIA 9.

-MOSTRADOR DE SINAL.

-AJUSTE DO VOLUME

-CHAVE CB/PA -SAIDA P/ AUTO-FALANTE EXTERNO

-CONTROLE DE SQUELCH(CORTE DE CHIADO)

-INSTALAÇÃO SIMPLES EM CARROS.

-ACOMPANHA SUPORTE, PARAFUSOS,RABICHO COM PORTA FUSÍVEL(FUSÍVEL INCLUSO),MANUAL,PTT.COMPLETO

-TODOS ACESSÓRIOS ORIGINAIS

-PRODUTO COM O MELHOR CUSTO-BENEFICIO DO MERCADO

-COR ÚNICA: PRETO


OBS: ANTES DE VENDER QULAQUER RÁDIO, TESTAMOS ANTERIORMENTE PARA NÃO HAVER PROBLEMAS NO ATO DO RECEBIMENTO


17.11.07

Esquema Roger beep para px


dineymonteiro @ 08:17
+extraido do cd de esquemas do PU1PTC prof.Toledo

2.8.07

Código Q em espanhol

QOA¿Puede comunicar por radiotelegrafía (500 kHz)?.
Puedo comunicar por radiotelegrafía (500 kHz).

QOB ¿Puede comunicar por radiotelefonía (2.182 kHz)?.
Puedo comunicar por radiotelefonía (2.182 kHz).

QOC ¿Puede comunicar por radiotelefonía (canal 16-frecuencia de 156,80 MHz)?.
Puedo comunicar por radiotelefonía (canal 16-frecuencia de 156,80 MHz).

QOD ¿Puede comunicar conmigo en ...0. holandés
1. ingles 2. francés 3. alemán4. griego 5. italiano 6. japonés 7. noruego8. ruso 9. español ?.
Puedo comunicar con usted en ...0.
holandés 1. ingles 2. francés 3. alemán4. griego 5. italiano 6. japonés 7. noruego8. ruso 9. español.

QOE ¿Ha recibido la señal de seguridad transmitida por ...
(nombre o distintivo de llamada o los dos)?.
He recibido la señal de seguridad transmitida por ...
(nombre o distintivo de llamada o los dos).

QOF ¿Cuál es la calidad comercial de mis señales?.
La calidad de sus señales es:1. no comercial2. apenas comercial3. comercial

QOG ¿Cuántas cintas tiene para transmitir?.
Tengo ... cintas para transmitir.

QOH ¿Debo transmitir una señal de puesta en fase durante ... segundos?.
Transmita una señal de puesta en fase durante ... segundos.

QOI ¿Transmito mi cinta?.
Transmita su cinta.

QOJ ¿Quiere usted ponerse a la escucha en ... kHz (o MHz) de señales de radiobalizas de localización de siniestros?.
Estoy a la escucha en ... kHz (o MHz) de señales de radiobalizas de localización de siniestros.

QOK ¿Ha recibido usted las señales de una radiobaliza de localización de siniestros en ... kHz
(o MHz)?.
He recibido las señales de una radiobaliza de localización de siniestros en ... kHz (o MHz).

QOL ¿Puede recibir su barco llamadas selectivas?.
En caso afirmativo, ¿cuál es su número o señal de llamada selectiva?.
Mi barco puede recibir llamadas selectivas;
el número o señal de llamada selectiva es ...

QOM ¿En qué frecuencias puede recibir su barco una llamada selectiva?
Mi barco puede recibir una llamada selectiva en la(s) sigui

28.6.07

Programas


Google Earth
Localize países, cidades e até ruas usando fotos de satélite de alta resolução.
Com o programa você pode encontrar qualquer localidade na Terra, algumas com tanta precisão que é possível ver ruas, cruzamentos, até hospitais e os restaurantes mais famosos em mapas 3D. Claro que esses recursos não estão presentes em todas as cidades, mas mesmo assim vale a pena pela diversão. Você também pode calcular a distância entre dois pontos no planeta e armazenar seus locais prediletos numa espécie de favoritos.No Brasil é possível ver várias cidades em alta resolução, sendo possível identificar com clareza ruas, avenidas, prédios e até casas.
Donwload
Windows Live Messenger
Com o Windows Live Messenger você pode bater papo online instantaneamente — em tempo real — com amigos, familiares e colegas. É mais rápido do que o e-mail, mais discreto do que uma chamada telefônica, considerado o número um em trocas de mensagens instantâneas no mundo e, melhor ainda: é GRÁTIS!
Donwload
Joost - Televisão pela Internet
Joost é o projeto mais recente de Niklas Nennström e Janus Friis, os mesmos criadores dos programas KaZaA e Skype. A idéia é revolucionar o mundo digital de novo, mas agora com um projeto ainda mais ambicioso: televisão via internet. O programa tem causado polêmica no mundo todo, sendo capa de jornais e revistas famosas
Donwload
VDownloader
O VDownloader é uma ferramenta necessária e muito eficiente para você que é compulsivo por assistir os vídeos do YouTube, Google Vídeo e DailyMotion. Desenvolvido pela Universidade Européia de Madrid, ele permite que você baixe os vídeos que são disponibilizados na Internet de uma maneira prática e rápida.
Donwload
WinRAR
WinRAR é um compactador RAR para Windows, inclusive com suporte a outros formatos. Ele promete compactar de 8% a 15% a mais que o seu principal concorrente: WinZIP. Portanto, se você não quer perder tempo para compactar e descompactar arquivos transmitidos pela Internet faça um "test drive" deste programa, que tem como diferencial um menu sempre interativo e navegável.
Donwload
Airblast (Jogo)
Somente os pilotos mais habilidosos podem se tornar ases da aviação. Mostre o seu talento neste jogão!
Donwload
Counter-Strike 1.6
Você já se imaginou no meio de um combate contra terroristas? Então, em Counter-Strike - o game mais jogado no mundo todo - esse combate é real! Muita adrenalina, ação, tiros para todos os lados, granadas e tensão fizeram deste game um clássico que conquistou o universo dos jogos online em primeira pessoa.
Donwload
DVD Shrink
DVDShrink é ótimo para ser usado em conjunto com softwares de gravação de DVD, criando cópias de qualquer disco. Para gravar discos você pode usar o Nero ou alternativas gratuitas como o CDBurnerXP e o Infra Recorder. Os arquivos podem ser salvos no seu disco rígido ou como imagem ISO e gravados mais tarde.
Donwload

21.6.07

RESOLUÇÃO N.º 449, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2006 O QUE DIZ

O seguinte:
Capítulo II

Dos Exames de Qualificação

Art. 33. O COER será concedido aos aprovados em testes de avaliação, segundo as seguintes classes:

I – Classe "C", aos aprovados nos testes de Técnica e Ética Operacional e Legislação de Telecomunicações;

II – Classe "B", aos portadores de COER classe “C”, menores de 18 anos, decorridos dois anos da data de expedição do COER classe "C", e aos maiores de 18 anos, desde que aprovados, em ambos os casos, nos testes de Técnica e Ética Operacional, Legislação de Telecomunicações e Conhecimentos Básicos de Eletrônica e Eletricidade e Transmissão e Recepção Auditiva de Sinais em Código Morse;

III – Classe "A", aos radioamadores Classe "B", decorrido um ano da data de expedição do COER classe “B”, e aprovados nos testes de Técnica e Ética Operacional, Legislação de Telecomunicações, Conhecimentos Técnicos de Eletrônica e Eletricidade e Transmissão e Recepção Auditiva de Sinais em Código Morse.

Donwload da Apostilas Radioamador.zip

18.6.07

Pai Nosso do Radio Amador

Break.....,
Senhor Vós que estais na estação central do universo,
Corujando todos os canais da vida,
Copiai, Senhor o nosso QTC de fé,
Esperamos que este sinal chegue até vós com Sinal 9+30,
e que nossas modulações sejam limpas e claras,
Enviai-nos vossa resposta em ondas de paz e amor fraterno,
Perdoai, Senhor, as nossas munhecadas,
assim como perdoamos as portadoras,
e as QRM's da vida,
Não nos deixei faltar, Senhor,
Os QSJ's, para que possamos modular nossas obrigações familiares. Permanecei, Senhor
Em QAP às nossas preces,
assim como estamos sempre em QRV aqui na terra
Aceitai, Senhor, nosso 73/51 e perdoai-nos por este câmbio espada.
Fazei, Senhor, com que nosso QTR final aqui na terra
possamos fazer um bigode-a-bigode em vosso QTH celestial.
Certos de que nunca estarei em QRL para vós,
Agradecemos este QSO, pedindo vossa proteção divina.
Até o próximo cruzar de antenas.
AMÉM;
Autoria: desconhecida

5.6.07

QUEM INVENTOU O RÁDIO ?

Não existe uma concordância mundial a respeito de quem inventou o rádio, da mesma forma que muitos paises não aceitam Santos Dumont como o Pai da Aviação.

Alguns, creditam o descobrimento das ondas de rádio ao cientista e inventor italiano Gugliemo Marconi.

Comete-se uma injustiça a um cientista brasileiro, predecessor de Marconi e de outros. Padre Roberto Landell de Moura, gaúcho, nascido em 21 de janeiro de 1861.

O padre-cientista, construiu diversos aparelhos que expôs ao público na capital paulista em 1893, tais como:

- o Teleauxiofono ( telefonia com fio )

- o Caleofono ( telefonia com fio )

- o Anematófono ( telefonia sem fio )

- o Teletiton ( telegrafia fonética, sem fio, com o qual duas pessoas podem comunicar-se sem serem ouvidas por outras )

- o Edífono ( destinado a ducificar e depurar as vibrações parasitas da voz fonografada, reproduzindo-a ao natural )

Nesta ocasião, estabeleceu os príncipios básicos em que se fundamentaria todo o progresso e a evolução das comunicações, tal como conhecemos hoje.

Suas teses, firmadas antes de 1890, previram a "telegrafia sem fio", a "radiotelefonia", a "radiodifusão", os "satélites de comunicações" e os "raios laser".

No ano de 1900, enquanto o grande feito de Marconi não ultrapassava a distância de 24 quilômetros, o Padre Landell de Moura obtinha do governo brasileiro a carta patente nº 3279, reconhecendo-lhe os méritos de pioneirismo científico, universal, na área das telecomunicações.
Em 1901, o Padre Landell de Moura, embarcou para os Estados Unidos e em fins de 1904, o The Patent Office at Washington concedeu-lhe três cartas patentes: para o telégrafo sem fio, para o telefone sem fio e para o transmissor de ondas sonoras.

Poderia se considerar o Padre Landell de Moura o precursor nas transmissões de vozes e ruídos outros. Suas patentes afirmam isso.

( Crédito: AGERT "Associação Gaucha de Emissoras de Rádio e Televisão" )

Fonte:
http://www.bn.com.br/radios-antigos/sabia.htm

Mande-me um mail comentando o que você achou para sandrodriver@yahoo.com.br

Código Morse

É um sistema de codificação de mensagens à distância, que foi desenvolvido em 1835, pelo americano Samuel Morse.

Em 1948, o Código Morse foi modificado para tornar-se padrão mundial, como Morse Internacional.

Normalmente o tal código é transmitido através de um aparelho de transmissão manual, por exemplo, o telégrafo.

Era muito usado antigamente, hoje já não se faz tanto o uso do Código Morse levando em conta que existem outros aparelhos bem mais modernos que transmite as nossas mensagens de forma mais rápida e eficaz.

Podemos ver o uso de tal recurso em alguns lugares ainda, principalmente em faróis. Um dos grandes símbolos da mensagem Morse é o “SOS”.

O código Morse mudou muito pouco desde a sua concepção. Cada caracter (letras, números, sinais gráficos) possui um conjunto único de pontos e traços. Veja a tabela baixo:






a) .-


b) -...


c) -.-.


d) -..


e) .


f) ..-.


g) --.


h) ....


i) ..


j) .---


k) -.-


l) .-..


m) --


n) -.


o) ---


p) .--.


q) --.-


r) .-.


s) ...


t) -


u) ..-


v) ...-


w) .--


x) -..-


y) -.--


z) --..


ä) .-.-


ö) ---.


ü) ..--


1) .----


2) ..---


3) ...--


4) ....-


5) .....


6) -....


7) --...


8) ---..


9) ----.


0) -----


ponto ......


virgula .-.-.-


dois pontos ---...


Quer saber mais então clique aqui

A tabela abaixo representa os sons relativos a letras e números



Para mais informações entre netas Fontes:

http://www.rep.pt/telegrafia.htm


http://www.brasilescola.com/geografia/codigo-morse.htm

Escreva em Morse

http://www.numaboa.com/content/view/334/137/



Curso de telegrafia em 27 aulas
Obs: entre em curso CW

www.bagaca.1br.net/

Mande-me um mail comentando o que você achou para sandrodriver@yahoo.com.br

3.5.07

2 METROS O FAMOSO VHF

2 METROS






VHF é a sigla para o termo inglês Very High Frequency, que significa freqüência muito alta. Designa a faixa radiofreqüências de 30 MHz até 300 MHz. É uma freqüência comum para propagações de sinais de televisão (canais 2 ao 13), rádio FM, rádio e transceptores.

Os usos comuns para o VHF são transmissão de rádio de FM em 88-108 megahertz e transmissões da televisão (junto com a frequência UHF). O VHF é usado também geralmente para os sistemas de navegação terrestre (VER no detalhe) e as comunicações dos aviões.
As características da propagação das freqüências do VHF são ideais para uma comunicação terrestre a curta-distância, com uma escala geralmente um tanto mais distante do que o line-of-sight do transmissor (ver a fórmula abaixo). Ao contrário das altas freqüências (HF), a ionosfera não reflete geralmente o rádio VHF e as transmissões são restringidas assim, à área local (e não interfere com os milhares das transmissões dos quilômetros afastado). O VHF é afetado menos pelo ruído e pelas interferências atmosféricas, do que equipamentos elétricos de freqüências baixas. Whilst é obstruído mais facilmente por características da terra do que o HF e algumas freqüências mais baixas, estão interferindo menos por edifícios e por outros objetos menos substanciais do que algumas freqüências mais elevadas.

A faixa do Serviço de Radioamador de 2 metros oferece variadas opções para os interessados nesse interessante hobby. Por esta razão é a atual faixa de acesso de entrada de mais de 50% dos novos radioamadores. Nesta faixa são possíveis contatos diretos em linha de visada a até 50 km ou mais. Nas propagações esporádicas consegue-se contatos de até 1.000 km, mas o mais interessante são as repetidoras. Por meio dessas estações, estrategicamente colocadas nos pontos mais altos, consegue-se comunicação com toda a clareza, no carro, nas casas e até a pé, na rua, com estações distantes, como se fosse um telefone celular. Aliás o telefone celular foi criado baseado na experiência dos radioamadores em 2 metros.

1. Informações Gerais
2. Certificado de Operador de Estação de Radioamador
3. Licença de Estação de Radioamador
4. Estações de Radioamador
5. Taxa de Fiscalização das Telecomunicações



TUDO AQUI
http://www.anatel.gov.br/index.asp?link=/radioamador/licenca_radioamador.html

PROCEDIMENTOS DE TESTES DE COMPROVAÇÃO DE CA PA CIDADEOPERA CIONAL E TÉCNICA.1. INTRODUÇÃO

Para executar o Serviço de Radioamador se faz necessário que o interessado sejatitular de Certificado de Operador de Estação de Radioamador - COER.

O Regulamento do Serviço de Radioamador, aprovado pela Resolução n.° 449, de17/11/2006, estabelece, em seu art. 33, que o COER será concedido aos aprovadosem testes de avaliação, segundo as seguintes classes:

I. Classe "C", aos aprovados nos testes de Técnica e Ética Operacional eLegislação de Telecomunicações;

II. Classe "B", aos portadores de COER classe “C”, menores de 18 anos,decorridos dois anos da data de expedição do COER classe "C", e aosmaiores de 18 anos, desde que aprovados, em ambos os casos, nos testes deTécnica e Ética Operacional, Legislação de Telecomunicações eConhecimentos Básicos de Eletrônica e Eletricidade e Transmissão eRecepção Auditiva de Sinais em Código Morse;

III. Classe "A", aos radioamadores classe "B", decorrido um ano da data deexpedição do COER classe “B”, e aprovados nos testes de Técnica e ÉticaOperacional, Legislação de Telecomunicações, Conhecimentos Técnicos deEletrônica e Eletricidade e Transmissão e Recepção Auditiva de Sinais emCódigo Morse.

Para o Serviço de Radioamador é necessária a realização de testes e avaliação dacapacidade operacional e técnica para operação da estação, devendo o candidatoprocurar os Escritórios/Unidades Operacionais da Anatel (endereços encontrados em http://www.anatel.gov.br) ou as Diretorias do LABRE (Liga Brasileira deRadioamadores), nas capitais dos Estados.

Para fazer os testes, o interessado deve consultar o endereço eletrônico da Anatel(http://sistemas.anatel .gov. br/SEC), seus Escritórios Regionais, suas UnidadesOperacionais ou, ainda, as Diretorias da LABRE (Liga Brasileira de Radioamadores),nas capitais dos Estados, Para verificar o calendário anual de realização de testes paraobtenção do Certificado de Operador de Estação de Radioamador– COER.

Os órgãos citados no inciso anterior deverão se encarregar também da constituição debancas especiais para atendimento aos candidatos portadores de deficiências físicas,moléstias contagiosas ou acometidas de males que lhes impeçam a livre movimentação.

Considerada a característica da deficiência, os testes poderão ser adaptados quanto àforma, à natureza e ao conteúdo.

Serão nulos, no todo ou em parte, os testes nos quais se comprove ter havidoirregularidade, quer no ato de inscrição, quer na realização, sujeitando-se osresponsáveis às penalidades previstas em lei.

O candidato aos testes de avaliação deverá se inscrever diretamente no endereçoeletrônico da Anatel (http://sistemas.anatel.gov.br/SEC), por intermédio da LABRE ou,ainda, por via postal.

Antes da realização dos testes, o candidato deverá apresentar:

a) documento de identidade;

b) autorização do responsável legal, se menor de dezoito anos;

c) documento expedido pelo Ministério da Justiça, que reconheça a igualdadede direitos e deveres com os brasileiros, quando se tratar de candidatos denacionalidade portuguesa (Portaria do Ministério da Justiça ou certidão deigualdade);

d) comprovante da aquisição de conhecimentos técnicos de radioeletricidadeou recepção auditiva e transmissão de sinais em código Morse quepossibilite a isenção das respectivas provas, quando for o caso;

Observação: quanto à comprovação citada no item “d”, conforme a Tabela Ido Anexo III do Regulamento do Serviço de Radioamador, esta deverá serapresentada com até cinco dias antes do encerramento das inscrições.Os candidatos poderão se inscrever e prestar as provas em qualquer Unidade daFederação.

Não serão aceitas as inscrições dos candidatos que:

a) não preencham os requisitos estabelecidos para a classe pretendida;

b) estejam incluídos no Sistema de Impedimentos – SISCOI;

c) estejam em débito com o FISTEL;

d) estejam em situação de irregularidade junto à Receita Federal.

3. DOS TESTES DE AVALIAÇÃO

Os testes que habilitarão o candidato a obter o Certificado de Operador de Estação deRadioamador, constituir-se-ão das seguintes matérias e respectivos índices de acertospara aprovação, dependendo da classe:

a) Técnica e Ética Operacional – 70%;

b) Legislação de Telecomunicações – 70%;

c) Conhecimentos Básicos de Eletrônica e Eletricidade – 50%;

d) Conhecimentos Técnicos de Eletrônica e Eletricidade – 70%;

e) Código Morse:

Recepção Auditiva – 87 caracteres;

Transmissão Manual - 87 caracteres.

Observações:

só será considerado aprovado no exame de código Morse o candidatoque tiver conseguido acertar, no mínimo, oitenta e sete caracteres emcada uma das provas, ficando reprovado quem não atingir estes valoresquer em transmissão, quer em recepção

Fonte: http://www.anatel.gov.br/Tools/frame.asp?link=/radioamador/procedimento_obtencao_coer.pdf

Como se tornar um Radioamador?

Se você chegou até aqui é porque algo despertou em você o interesse em ser um radioamador. Talvez você tenha se sentido estimulado a praticar um novo e interessante hobby.
Talvez goste tão somente de comunicar-se e fazer novas amizades, ou mesmo sinta prazer em ser útil e ajudar ao próximo. Seja qual for o motivo, saiba que para nós você será muito bem-vindo.
Abaixo seguem algumas informações iniciais básicas sobre como tornar-se um dos nossos!

Bem, como já dissemos, nossa atividade é regida por uma legislação própria, cuja aplicação e fiscalização está a cargo da ANATEL.
Essa legislação divide a atividade radioamadorística em quatro classes distintas,
a saber: A, B, C e D, sendo que esta última está em extinção (os radioamadores classe D terão até 31 de novembro de 2008 para migrar para a Classe C sem necessidade de fazer prova).

Para cada classe o candidato deverá preencher alguns requisitos básicos, que variam em conteúdo e complexidade conforme podemos ver abaixo:

1 - Requisitos para ingresso na classe C:
a) Ser maior de 10 anos;
b) Ter sido aprovado nas provas de Legislação, Técnica e Ética operacional

3 - Requisitos para ingresso na classe B:
a) Ser maior de 18 anos ou, se menor, portar Certificado de Operador de Estação de Radioamador (COER) classe C expedido há pelo menos dois anos
b) Ter sido aprovado nas provas de Legislação, Técnica e Ética Operacional, Radioeletricidade e Código Morse (CW).

4 - Requisitos para ingresso na classe A:
a) Ser portador de COER classe B expedido há pelo menos 1 ano;
b) Ter sido aprovado nas provas de Legislação, Técnica e Ética Operacional, Radioeletricidade e Código Morse (CW).

A classe D pode era considerada a “classe de acesso” em virtude de a maioria dos novatos procurar ingressar no hobby prestando prova para ela. Isso se dava por conta do menor conteúdo cobrado nos testes. Hoje quem ocupa o lugar da classe D como classe de acesso é a classe C, pois como já dito, a classe D está em extinção.

Entretanto, nada impede o ingresso de um novato direto pela classe B. Bastará, para isso, que o interessado esteja disposto a estudar um pouco mais e, também, a praticar o CW.

É importante, contudo, esclarecer que não há possibilidade de ingresso direto na classe “A” pois, como já dito acima, é necessário ser classe B há pelo menos 1 ano.

Acerca da dificuldade dos exames, não se preocupe. Nada que um pouco de estudo e dedicação não resolvam.

Após a sua aprovação, será hora de expedir seu COER, o que deverá ser requerido junto à ANATEL. Uma vez feito isto você já estará apto a operar uma estação de radioamador e poderá, inclusive, ter a sua própria!!!
Para isso você deverá ter uma “Licença Para Funcionamento de Estação”, que também é emitida pela ANATEL. Essa licença é o documento que o autoriza a instalar e operar sua própria de estação de radioamador, que poderá ser fixa (instalada em casa), móvel (instalada no carro, na moto, etc...) ou móvel portátil (levada com você "no bolso" - HT).

Para a emissão do COER, bem como para a emissão de Licença Funcionamento de Estação de radioamador são cobradas taxas pela ANATEL, bem como anualmente é cobrada a “Taxa de Fiscalização do Serviço de Radioamador”. Mas fique tranqüilo, os valores não são de assustar.

E finalmente você deverá comprar um rádio (caso ainda não tenha um). Se necessitar de orientação acerca de qual o equipamento ideal para você, não hesite. Peça ajuda a um colega radioamador mais experiente. Ele ficará feliz em poder ajuda-lo!

As informações aqui prestadas pretendem apenas dar um panorama geral do que é necessário para se tornar um radioamador. Informações oficiais e mais detalhadas deverão ser obtidas diretamente na Secretaria da LABRE-DF, que é a instituição representativa dos radioamadores do Distrito Federal. A LABRE-DF também aplica as provas.

- Endereço: SCES, Trecho 4, Lote 1/A, Brasília - DF – Brasil CEP 70.200-150
- Telefones: (61) 3226-4524 ou 3222-1157
- E-mail: labre-df@labre-df.org

Fonte: http://www.labre-df.org/index.php?option=com_content&task=view&id=31&Itemid=64
Paro o estudo da avaliação
Apostila para prestação de exame para Radioamador
Ética Operacional
Técnica Operacional Legislação
Obs entre na pagina e clique em download onde esta ecrito (Apostilas)
http://www.juniorzappia.com.br/cram/download.htm
Material suficiente para que você faça exames de ingresso ou de promoção para Radioamadorismo. (texte com perguntas e auternativas)

Radioeletricidade 1
Radioeletricidade 2
Radioeletricidade 3
Tecnica e Ética Operacional
Legislação
Norma 31 de 1934

http://www.py2gea.com.br/diversos/examesgea/exames_de_radioamador.html

Perguntas mais frequentes
http://www.qtcbrasil.com.br/faq/


O passo a passo também ensina como obter seu COER
e imprimir boletos, dentre outras coisas.
Para baixar o "Passo a Passo"
http://www.labre-df.org/downloads/Passo_a_Passo.pdf


Calendário de Exames para Promoção e Ingresso
http://www.labre-sp.org.br/diversos.php?xid=10

Visite o site Clube radioamadores de americana

http://www.crambr.org/

LABRE-SP realizou exame para Radioamador em Ribeirão Preto


http://www.radiohaus.com.br/noticias68.htm

Tabela da faixa de VHF 2 metros (144/148 Mhz.) suas sub-faixas e segmentos
segundo norma 31/94 apêndice 7 do ministério das comunicações

Frequência
Modo
De 144.000 a 144.100
CW e Emissões de Sinais Piloto
De 144.100 a 144.500
CW e Fonia (SSB) Nunca usar FM!
De 144.500 a 144.600
Fonia (SSB) Nunca usar FM!
De 144.600 a 144.900
Repetidoras (entradas) - Fonia (FM), saídas + 600 kHz
De 144.900 a 145.100
FM e Emissões Digitais
De 145.100 a 145.200
Fonia (SSB) Nunca usar FM!
De 145.200 a 145.500
Repetidoras (saídas), Fonia (FM), entradas - 600 kHz
De 145.500 a 145.800
Todos os tipos de emissão permitidos
De 145.800 a 146.000
Comunicação via Satélites - SSB/CW e modos digitais
De 146.000 a 146.390
Repetidoras (entradas) - Fonia (FM), saídas + 600 kHz
De 146.390 a 146.600
Fonia FM simplex
De 146.600 a 146.990
Repetidoras (saídas), Fonia (FM), entradas - 600kHz
De 146.990 a 147.400
Repetidoras (saídas), Fonia (FM), entradas + 600 kHz
De 147.400 a 147.590
Fonia FM simplex
De 147.590 a 148.000
Repetidoras (entradas) - Fonia (FM), saídas - 600 kHz



Serviço de Radio Amador


No serviço de Radio Amador existem as classes :


A - c/ limite de potência de 1000 W (exceto em 30 m cujo limíte é 100 W )
B - c/ limite de potência de 1000 W (exceto em 10 m cujo limite é 100 W )
C - c/ limíte de potencia em 100 W
D - c/ limíte de potencia em 50 W e somente uso das faixas de VHF e UHF (ja esta estinta)

Faixas de freqüências Tipos de Emissão
160 M
Classes A, B e C
1800 kHz - 1850 kHz CW
1800 kHz - 1840 kHz Emissões Digitais
1830 kHz - 1840 kHz CW -DX
1840 kHz - 1850 kHz Fonia


80 M
Classes A B e C
3500 kHz - 3800 kHz CW
3500 kHz - 3510 kHz CW -DX
3525 kHz - 3750 kHz Fonia DX
3580 kHz - 3635 kHz Emissões Digitais
3620 kHz - 3635 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
3580 kHz - 3800 kHz Fonia


40 M
Classes A e B
7000 kHz - 7300 kHz CW
7035 kHz - 7050 kHz Emissões Digitais
7040 kHz - 7050 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
7100 kHz - 7125 kHz Emissões Digitais e Packet Rádio
7165 kHz - 7175 kHz SSTV
7080 kHz - 7100 kHz Fonia DX
7050 kHz - 7300 kHz Fonia


Classe C
7000 kHz - 7150 kHz CW
7035 kHz - 7050 kHz Emissões Digitais
7040 kHz - 7050 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
7100 kHz - 7120 kHz Emissões Digitais e Packet Rádio


30 M
Classe A
10138 kHz - 10150 kHz CW, Emissões Digitais e Packet Rádio


20 M
Classe A
14000 kHz - 14350 kHz CW
14070 kHz - 14112 kHz Emissões Digitais
14095 kHz - 14112 kHz " (prioridade Packet Rádio)
14225 kHz - 14235 kHz SSTV
14100 kHz - 14350 kHz Fonia


17 M
Classe A
18068 kHz - 18168 kHz CW
18100 kHz - 18110 kHz Emissões Digitais (prioridade Packet Rádio)
18110 kHz - 18168 kHz Fonia


15 M
Classe A
21000 kHz - 21450 kHz CW
21070 kHz - 21125 kHz Emissões Digitais
21090 kHz - 21125 kHz " " (prioridade Packet Rádio)
21149,5 kHz - 21150,5 kHz Emissão Sinais Piloto (IARU)União Int de Rádioamad.
21335 kHz - 21345 kHz SSTV
21150 kHz - 21450 kHz Fonia


Classes B e C
21000 kHz - 21150 kHz CW
21070 kHz - 21125 kHz Emissões Digitais
21090 kHz - 21125 kHz " " (prioridade Packet Rádio)


12 M
Classe A
24890 kHz - 24990 kHz CW
24920 kHz - 24930 kHz Emissões Digitais
24925 kHz - 24930 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
24890 kHz - 24990 kHz Fonia
10 M


Classe A
28000 kHz - 29700 kHz CW
28070 kHz - 28180 kHz Emissões Digitais
28120 kHz - 28189 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
29189 kHz - 28200 kHz Emissão de Sinais Piloto
28300 kHz - 29700 kHz Fonia
28675 kHz - 28685 kHz SSTV
29300 kHz - 29510 kHz Comunicação via Satélite
29510 kHz - 29700 kHz FM e Repetidores


Classes B e C
28000 kHz - 28500 kHz CW
28070 kHz - 28189 kHz Emissões Digitais
28120 kHz - 28189 kHz " " (prioridade Packet Rádio )
28300 kHz - 28500 kHz Fonia


6 M
Todas as classes
50,000 MHz - 50,100 MHz CW , Sinais Piloto , Reflexão Lunar
50,100 MHz - 50,600 MHz CW e Fonia em SSB
50,600 MHz - 51,000 MHz Emissões Digitais
51,000 MHz - 51,100 MHz CW e Fonia
51,100 MHz - 52,000 MHz Todos os tipos de emissão,prioridade CW e Fonia
52,000 MHz - 54,000 MHz Repetidores , CW , Fonia c/ prioridade em FM.


2 M
Todas as Classes
144,000 MHz - 144,100 MHz CW e Sinais Piloto
144,100 MHz - 144,500 MHz CW e Fonia em SSB
144, 500 MHz - 144,600 MHz Fonia em SSB
144,600 MHz - 144,900 MHz Entradas de repetidor FM, c/ saída em +600 kHz
144,900 MHz - 145,100 MHz FM e Emissões Digitais
145,100 MHz - 145,200 MHz Fonia em SSB
145,200 MHz - 145,500 MHz Repetidores FM ,c/ entrada em -600 kHz
145,500 MHz - 145,800 MHz Todos os tipos de emissão
145,800 MHz - 146,000 MHz Comunicações via Satélite - Emissões Digitais
146,000 MHz - 146,390 MHz Entradas de Repetidor FM , c/ saída em +600 kHz
146,390 MHz - 146,600 MHz Fonia FM Simplex
146,600 MHz - 146,990 MHz Repetidores FM,c/ entrada em -600 kHz
146,990 MHz - 147,400 MHz Repetidores FM , c/ entrada em +600 kHz
147,400 MHz - 147,590 MHz Fonia FM Simplex
147,590 MHz - 148,000 MHz Entradas de Repetidor FM , c/ saída em -600 kHz


1,3 M
Todas as Classes
220,000 MHz - 225,000 MHz CW e Fonia
220,000 MHz - 221,990 MHz Emissões Digitais
221,990 MHz - 222,050 MHz Reflexão Lunar
222,050 MHz - 222,300 MHz CW
222,300 MHz - 222,340 MHz Repetidores em SSB
222,340 MHz - 223,380 MHz Repetidores em FM
223,380 MHz - 223,940 MHz Todos os tipos de Emissão
223,380 MHz - 223,980 MHz Emissões Digitais
0,70 M


Todas as Classes
430,000 MHz - 440,000 MHz CW e Fonia
430,000 MHz - 432,070 MHz CW em DX
432,070 MHz - 432,080 MHz Emissões de sinais Piloto
432,100 MHz - 433,000 MHz Todos os tipos de Emissão
433,000 MHz - 434,500 MHz Emissões Digitais
435,000 MHz - 438,000 MHz Satélites em todos os tipos de Emissão
438,000 MHz - 440,000 MHz Fonia em FM
430,000 MHz - 435,000 MHz ATV





Projeto de antenas para VHF






esquemas de antenas







Links

http://paginas.terra.com.br/lazer/py4zbz/

http://paginas.terra.com.br/lazer/py4bl/

THE RIGPIX

Entre no site, no canto esquerdo tem varias marcas de radio, clique na marca desejada no modelo que la tem as caracteristicas

http://www.rigpix.com/


ANATEL : Consulta Indicativos


http://sistemas.anatel.gov.br/easp/Novo/ConsultaIndicativo/Tela.asp?SISQSmodulo=11265


Repetidores Brasileiros

Uma repetidora é um sistema eletrônico que recebe sinais fracos e ou de baixa altitude e retrasmite de um local mais alto e ou com maior potência. Desta forma o sinal pode cobrir distâncias maiores sem perder a qualidade.
O termo repetidora se origina da telegrafia e se refere a um sistema eletro-mecânico usado para regenerar sinais telegraficos. O uso deste termo também é valido na comunivação telefônica e de dados.


Continuação
Continuação

MAIS REPETIDORA CLIQUE AQUI

27.4.07

Comunicação - Rádio PX, o amigo que vem do ar



Apesar dos modernos equipamentos de comunicação, o PX continua sendo um companheiro nos trechos de longas distâncias para matar as horas de solidão que acompanham o motorista durante a viagem.


por Evilazio de Oliveira


Os conhecidos transceptores de rádio que hoje equipam a maioria dos caminhões que rodam nas estradas brasileiras – os populares PX, que operam na faixa do 11 metros, a Faixa do Cidadão – se constituem num acessório quase obrigatório em termos de segurança e lazer do carreteiro, muito embora poucos obedeçam a legislação para o uso desse tipo de equipamento de comunicação e, também, criticado pela linguagem imprópria que predomina nas trocas de mensagens.

Liberado para utilização no Brasil na década de 70, a Faixa do Cidadão está sujeita a uma série de exigência da Anatel - Agência Nacional das Telecomunicações, que controla a origem, o modelo e a potência do equipamento, além da habilitação do operador, que tem um prefixo próprio e pago taxas pelo uso da freqüência de rádio. No começo era assim, .

Os adeptos do radioamadorismo foram os primeiros usuários, passando logo depois para os taxistas e os carreteiros. E com a proliferação de equipamentos contrabandeados, a necessidade de licença foi tornando-se cada vez mais ignorada.

Hoje são poucos os operadores legalizados utilizando os 11 metros.Nas estradas, quem não tem o equipamento instalado, já teve ou está sonhando em comprar um rádio, mesmo de segunda mão. É o caso do carreteiro Ari Almeida, 57 anos, 33 de estrada, que dirige uma carreta Scania 82. Ele conta que há pouco estacionou o caminhão num posto de combustível e quando voltou a porta da cabine tinha sido forçada. Levaram o rádio, o rádio PX, roupas, tudo. “Só não levaram dinheiro porque não tinha”, lembra.

Mas garante que logo vai instalar outro rádio. Ari Almeida é natural do município de Chiapetta/RS e viaja para Argentina e Chile, onde só gosta de ouvir as conversas dos carreteiros locais. Acredita que o rádio é muito útil para a troca de informações sobre as condições de estradas, algum tipo de emergência, existência de barreiras nas estradas, essas coisas. Para emergência, os operadores utilizam o canal 9, reservado para esses casos, inclusive contatos com a Polícia.
O paranaense Sílvio Antônio Zanetti, 26 anos, dois de profissão, trabalha num bi-trem Scania transportando grãos. Ele investiu R$ 560,00 na compra de um rádio PX e mais R$ 80,00 numa antena Maria-mole e está feliz com o equipamento. Segundo diz, não gosta muito de falar no rádio, apenas de ouvir. E ouve muitas bobagens, mas também informações úteis sobre estradas, acidentes e até para socorrer algum colega que precisa de ajuda na estrada. Mesmo assim, não dispensa o telefone celular.

Outro que está utilizando muito o telefone celular atualmente, é o carreteiro Éderson Ciceri, 22 anos, quatro de profissão e 10 de estrada viajando com o pai, também carreteiro. Hoje trabalha como empregado, dirigindo um Volvo 2003. Ele comprou um aparelho usado por R$ 100,00 e gastou mais R$ 60,00 com antena e instalação.

Deu para ouvir e falar bastante, mas o rádio pifou. E agora espera a “coisa folgar um pouco para consertar o rádio ou comprar outro novo”. Segundo afirma, o aparelho é útil e serve para avisar os colegas em caso de acidente, pane no caminhão ou quando se vê alguém ou algum veículo suspeito na estrada. Enquanto isso, conta com o celular para os contatos mais urgentes ou para falar com a família.

Tanto o rádio PX como celular têm desvantagens, com as chamadas “zonas mortas”, onde não há sinal. Para esses casos, e para quem está disposto a gastar, existe o celular via satélite. Ou o recurso de rádios em outras freqüências, 40 metros, por exemplo.

Mas que é tudo mais caro é mais complicado, como explicam os carreteiros mais experientes. São eles que também defendem o uso racional do rádio como segurança, principalmente nas viagens longas ou quando trafegam em comboio e as conversas entre si auxiliam na camaradagem e torna o trecho menos enfadonho.

Apesar disso, quando se fala em segurança, o rastreador via satélite continua sendo o equipamento preferido pelas grandes empresas de transporte. O rádio pode ser apenas um acessório, sem grande valia, a não ser como passatempo.

Na Coopergarga, de Concórdia/SC, os quase 600 caminhões que integram a frota de caminhões cooperados, são monitorados por rastreadores, através de uma central que sabe a localização exata de cada veículo, sempre que necessário. Isso não significa que os motoristas não utilizem o rádio PX. Trata-se de um acessório que pode ser utilizado a gosto do condutor, sem maiores implicações.

Outros carreteiros gostam tanto do rádio que criam grupos ou associações e se tornam grandes amigos nas rodadas. Nesses casos, de maior organização, existe um cuidado maior pela legalização das estações ou dos operadores.

Todos devem possuir um prefixo fornecido pela Anatel e têm um QRA (nome) de identificação. Aliás, vale lembrar que grande parte dessas comunicações é feita mediante o uso do Código Q, um código internacional que utiliza a letra Q seguida de outras duas para denominar as mais variadas situações ou mesma uma gíria própria dos operadores do rádio.

O carreteiro gaúcho Luiz Castanho, 50 anos e 15 no trecho, utilizou o rádio PX por uns dois anos. Depois, quando lhe deram um outro caminhão, um eletrônico, ficou com medo de mandar instalar o aparelho para não mexer na fiação elétrica. Está com o rádio guardado na cabina e espera apenas achar um técnico de confiança para fazer o serviço.

Noélio Gonçalves da Silva, 34 anos, quatro de profissão, utiliza um rádio que comprou de segunda mão, mas que funciona muito bem. Ele também não tem registro e nem QRA, opera “no grito”, mas pensa em se “legalizar” caso isso não custe muito caro. Gosta de ouvir os colegas de estrada nas rodadas de conversa, nos avisos de trechos ruins na estrada, de barreiras policiais e de pardais. Só lamenta todas as bobagens e palavrões que os carreteiros falam no ar. Principalmente nas estradas do Estado de São Paulo, afirma. “Uma pouca vergonha”.

Legendas:Para Sílvio Antônio Zanetti o bom do rádio é ouvir. Apesar de muitas bobagens, tem coisa importante como informações úteis das estradas

Roubaram a cabine do caminhão de Ari Almeida e levaram o rádio PX e até roupas. Agora espera um ´´fôlego´´ para comprar outro equipamento

Éderson Ciceri usa o celular, pois seu PX pifou. Comprou um aparelho usado que não resistiu. Aguarda com paciência para adquirir outro.

No seu caminhão antigo usava o rádio. Mas depois que pegou um veículo eletrônico, ficou com medo de danificar o carro na instalação. Luiz Castanho é caprichoso

Outro que comprou um PX de segunda mão foi Noélio Gonçalves da Silva. Ele garante que o aparelho funciona muito bem. Gosta de ouvir as rodadas de conversas